16/12/2019  08h22
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Herbert Marques
06/07/2010 - 08h11
Santa Casa de Ubatuba - reflexão sem paixão
 
 

Há muito me preocupo com o problema da Santa Casa de Ubatuba embora não tenha participado da discussão que se tornou acalorada sobre o estado em que se encontra e a forma pela qual a interventora vem dando ao caso.

Com o nome de “Casa de Caridade da Irmandade do Senhor dos Passos de Ubatuba”, o nosocômio completou em abril 164 anos e passou ao longo desse período por apertos talvez maiores que esse, sobrevivendo até aqui pela força dos habitantes da cidade e certamente sem a ajuda de órgãos públicos.

Recentemente, estarrecido, li nesta revista, matéria de um político propondo que os partidos se unissem para dar uma solução à Santa Casa, inclusive assinando um termo em que se obrigam colocar todos os seus esforços “políticos” para tirar o hospital do aperto em que se encontra. Com todo respeito ao subscritor, entendo não ser o caminho mais correto para resolver esta questão, mesmo porque a preocupação básica de um político é o poder e para tanto necessita de votos, que por sua vez somente virão a custa de investimento pessoal. Não seria dirigir uma entidade às beiras da falência e que trata somente de saúde, o caminho para seus intentos. Haja vista o estado em que se encontra e quem levou-a a esta situação.

O Poder Público Municipal ao assumir a direção da Santa Casa nada mais fez que transformar o que estava malfeito em horrível. Arrebentou com o pouco que existia de bom não deixando nada em pé. E por que não resolveu os problemas até então existentes, mas sim criou outros tidos como insolúveis? Porque é um órgão público cujos dirigentes estão interessados, antes de tudo, em manter o poder que detêm.

Muito próximos daqui, São José dos Campos, Pindamonhangaba, Guaratinguetá e outras cidades, a Santa Casa vive com caixa confortável e presta serviços de excelência para a comunidade. Como chegou a esse ponto? Com gestão séria, que não é política, chamando toda a sociedade para fazer parte do projeto. Ela, a sociedade, vendo tratar-se de projeto sério, passou a fazer parte dele, não como simples colaborador, mas sim como co-gestor. Já fizemos isso com o asilo de Ubatuba em tempo não muito remoto. Deu certo como daria também com a Santa Casa. É só tentar.

A Prefeitura poderia muito bem pagar, pelo menos o rombo que ela propiciou em sua desastrada intervenção. O resto talvez desse para ser absorvido por uma administração séria e competente.

Que tal procurarmos essa administração?


Nota do Editor: Herbert José de Luna Marques [1939 - 2013], advogado militante em Ubatuba, SP.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "UBATUBA"Índice das publicações sobre "UBATUBA"
16/12/2019 - 06h37 Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba
15/12/2019 - 06h27 Renovação da licença de feirantes em Ubatuba
14/12/2019 - 08h19 Ambulatório de Infectologia amplia atendimento
13/12/2019 - 06h47 `Guarda responsável de animais e zoonoses´
12/12/2019 - 06h56 Interdição parcial no Itaguá em Ubatuba
11/12/2019 - 05h10 Interdição na Estrada da Almada em Ubatuba
ÚLTIMAS DA COLUNA "HERBERT MARQUES"Índice da coluna "Herbert Marques"
09/09/2011 - 12h02 Uma manifestação feliz
16/03/2011 - 12h01 Basílio nos deixou
10/09/2010 - 17h08 Escândalo - O perigo do anonimato
25/05/2010 - 11h00 OAB-SP - Ubatuba - novas instalações
08/05/2010 - 08h00 Sobre ubatubância
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.