01/10/2022  23h29
· Guia 2022     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Poesias
15/07/2022 - 06h40
Amor mortal
Rangel Alves da Costa
 

A mentira
murchou o amor
como veneno
que mata rato

a falsidade
envenenou o amor
como estricnina
vendida em beco

a traição
assassinou o amor
como jagunço
cruel e covarde

o amor murchou
o amor foi envenenado
o amor morreu matado

mas na autópsia lê-se:
morreu quem
no falso amor acreditou!


Nota do Editor: Rangel Alves da Costa é poeta e cronista. Mantém o blog Ser tão / Sertão (blograngel-sertao.blogspot.com.br).

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "POESIAS"Índice das publicações sobre "POESIAS"
01/10/2022 - 06h21 A ajuda esperada
24/09/2022 - 06h19 Explicando as estrelas do mar
03/09/2022 - 06h17 Um sonho, nada mais que um sonho
02/09/2022 - 06h10 O céu é azul
29/08/2022 - 06h18 Lamentos
27/08/2022 - 06h24 É preciso acender a luz
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2022, UbaWeb. Direitos Reservados.