10/12/2018  16h11
· Guia 2018     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Pets
14/03/2018 - 07h41
A medicina veterinária e os animais
Rosangela Ribeiro Gebara
 

A medicina veterinária evoluiu nas últimas décadas e, atualmente, temos ao alcance da sociedade inúmeras especialidades e recursos tecnológicos para melhores diagnósticos e terapêuticas, além de novas técnicas introduzidas com o intuito de melhorar o bem-estar dos animais. Ainda assim, com toda evolução científica e tecnológica, a vida de inúmeros animais está em risco em meio à negligência, ao abandono, aos maus-tratos e ao sofrimento.

Mais que nunca, sabe-se que podemos mudar esta realidade e que desempenhamos um importante papel na melhoria da vida dos animais, cuidando para garantir o seu bem-estar físico e psicológico e para promover uma convivência harmoniosa entre as diferentes espécies, os seres humanos e o meio ambiente.

E os profissionais médicos veterinários devem atuar de forma conjunta a outras categorias, de forma preventiva e estratégica para garantir esta tão sonhada Saúde Única. Devemos influenciar tutores a adquirirem seus animais de forma ética e exercerem uma guarda responsável. Podemos ser protagonistas para que as melhores técnicas de manejo sejam colocadas em prática, e incentivar legisladores e gestores governamentais em políticas públicas.

Em um país onde existem mais de 52 milhões de cães domiciliados (IBGE, 2015); um mercado pet que movimenta 19 bilhões de reais por ano; um rebanho de 215 milhões de bovinos; mais de 38 milhões de animais silvestres traficados (RENCTAS, 2011); e onde se matam centenas de primatas por medo e ignorância, cada um de nós, médicos veterinários, tem papel fundamental.

Neste Dia Nacional dos Animais (14 de março), deveríamos relembrar daquilo que nos impulsionou a nos tornarmos médicos veterinários, devemos repensar nosso papel como agentes transformadores, como educadores e influenciadores, a fim de se garantir que os animais, nossos pacientes, tenham uma vida melhor e que a convivência com eles seja harmônica, ética e sustentável.


Nota do Edior: Rosangela Ribeiro Gebara é médica veterinária (CRMV-SP 9264), membro da Comissão Bem-estar animal do CRMV-SP, membro da Comissão Bem-estar animal do CFMV (COBEA), Gerente de Programas Veterinários da World Animal Protection.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "PETS"Índice das publicações sobre "PETS"
10/12/2018 - 07h59 Carrapato em cachorro
28/11/2018 - 06h06 Anemia em cães: causas, sintomas e tratamentos
02/11/2018 - 07h35 Saiba como adaptar os pets ao horário de verão
20/10/2018 - 07h57 Câncer em pets: como prevenir e tratar
15/10/2018 - 06h53 DST em cães, proteção e tratamento
08/10/2018 - 07h35 Saúde ocular: como identificar problemas nos pets?






· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2018, UbaWeb. Direitos Reservados.