10/12/2019  19h15
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Crônicas
06/11/2019 - 06h38
A vida melhor vivendo em paz
Marcial Salaverry
 

Com certeza, é bom demais poder viver em paz, mas infelizmente está cada vez mais difícil a possibilidade de se viver nessa paz, tão apregoada desde que o mundo é mundo. A paz é muito falada, mas pouco praticada. Ultimamente então, vive-se em constante estado de beligerância. A nível mundial, nem pensar em paz se pode, porque até nos mais escondidos rincões do mundo se fala e se pratica o salutar esporte da guerra.

A nível de Internet, parece haver uma preocupação insana com que se passa na vida alheia. Devemos apenas usar este maravilhoso meio de divulgação para estreitar laços de amizade, para divulgar a arte, para procurar ajudar à quem de ajuda necessitar. Mas jamais para divulgar maledicências, fazer fofocas, vasculhar a vida alheia. Viva e deixe viver, deveria ser o lema da Internet. Quando de algo não gostarmos, basta usar a tecla DEL, ao invés de criticas maldosas, vulgarmente conhecidas como fofocas. Se não gostamos de algo ou alguém, sempre existirá quem goste. Basta deletar e pronto. Viva e deixe viver em paz, SEMPRE...

A nível doméstico, já se tornaram corriqueiras as notícias sobre violência de pais contra filhos, de filhos contra pais, e de todos contra todos, num autêntico festival de porradas, deixando em aberto a pergunta: "Onde isto vai parar?"

No cotidiano da vida, precisamos viver em constante estado de alerta, devido assaltos, sequestros, acidentes, enfim, tudo aquilo que todos estão cansados de saber, pois todos vivemos neste clima de medo e tensão, que a imprensa escrita e falada noticia à farta. É vida isso?

E pensar que há não muito tempo atrás a situação era bem diferente. Tudo mudou. As pessoas, o mundo. O que teria havido? O progresso tecnológico parece que trouxe consigo uma série de efeitos colaterais.

Resta-nos ainda a lembrança dos bons momentos que foram vividos e que ficam guardados para sempre em nossa lembrança, e ter sempre presente que devemos viver cada segundo intensamente, pois esse segundo é único, não volta jamais, e poderá ser o último de nossa vida. E devemos procurar viver nossa vida da melhor maneira possível, permitindo que cada um também o faça.

Claro que deveremos estar preparados para eventuais contratempos, pois sempre surgem obstáculos e muitas vezes nos vemos sem saída, e com dificuldade para encontrar uma solução para nossos problemas. Não podemos desanimar, por pior que esteja a coisa. Para tudo existe uma solução, que nem sempre nos será favorável, mas temos que buscá-la, para não deixar pendências pelo caminho.

Devido à insegurança natural, o maior e principal problema está em nós mesmos, em nossa dificuldade de encarar os fatos e lutar por aquilo que realmente desejamos, pelo receio de não conseguir atingir um objetivo, com a sempre pronta desculpa: Não sei se estou vivo amanhã.

Apesar desse espírito derrotista, temos que nos lembrar de que a vida é uma intensa luta e uma provocação constante, e a devemos encarar com coragem e determinação para poder vencer e mostrar a nós mesmos que somos capazes de lutar e ser os melhores. Para isso, devemos sempre seguir a voz de nosso coração, sempre sem medo de viver. Nunca esquecendo de que a razão precisa também ser ouvida. Só o coração muitas vezes nos faz cometer imprudências.

Temos que ter auto confiança e segurança, aliadas a uma certa prudência para poder encarar a vida, toda ela feita de momentos, ora ruins, ora bons, ora tristes, ora alegres, vivendo o presente, sem esquecer o passado e pensando no futuro.

O passado foi vivido, e deixou muitas recordações, o futuro deve ser encarado com a natural esperança de uma vida feliz. Mas o presente, com certeza é nosso grande presente, devemos vivê-lo ao máximo, para poder fazer desses momentos os melhores de nossa vida, sempre procurando tirar proveito de todas as aulas que temos nessa grande escola, que é a Escola da Vida.

Não devemos nos fastidiar com a rotina da vida. Apesar de parecer que tudo eternamente é igual, basta observar com a devida atenção para ver que sempre existem pequenas mudanças, que são uma natural consequência de nossa vida. O mesmo caminho todos os dias trilhado, apresenta sempre algo de novo. Basta que saibamos observar e acompanhar, apreciando sempre as pequenas coisas que a vida nos oferece, aceitando as mudanças que o tempo provoca em nosso organismo. Sabendo conviver com a vida, com o tempo, viveremos melhor. Poderemos melhor desfrutar de suas benesses, e melhor contornar as dificuldades.

Não precisamos provar nada para ninguém. Apenas para nós mesmos. O importante é viver e procurar ser feliz, sem tentar prejudicar ninguém.

Simplesmente, VIVA E DEIXE VIVer. Ou seja algo que certos líderes mundiais precisam aprender, e que muitas pessoas também precisam, ou seja, que devemos viver a nossa vida, deixando que cada qual viva a sua. Não podemos ser os donos da verdade e do mundo, querendo que todos sigam nossos ditames.

E uma das melhores maneiras de viver bem a vida, é tendo UM LINDO DIA, sempre pensando que amanhã pode ser melhor que hoje, que deve ter sido melhor que o ontem...

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
10/12/2019 - 06h43 Amigo não é para ser oculto
09/12/2019 - 07h20 Globo luminoso
08/12/2019 - 06h54 Brasil, país dos finalmente corretos?
06/12/2019 - 06h33 Bacamartes e estampidos
05/12/2019 - 06h12 Eis o que pode ser a felicidade
04/12/2019 - 07h22 La Mijona
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.