14/08/2022  10h04
· Guia 2022     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Celso Fernandes
19/07/2020 - 08h09
Crise aguda versus crise obtusa
 
 
Tevê à manivela

Perguntado ao verbo se as instituições caminham bem, não precisamos responder ao pé da letra. Por certo requer passar por toda uma reformulação acaso queira entrar nos eixos, principalmente quando os Três Poderes parecem discordar até mesmo no tocante a pandemia espalhada. Pelo Brasil e pelo mundo, claro. Isso enquanto acompanhamos a pouco a fala do ministro Gilmar Mendes quanto ao exército.

Novas surpresas pela frente? Lógico que sim, pois, mesmo presenciamos (idem) fala suprema sobre o pedido de “trégua” a “dubiedade” presidencial pelo nosso supremo. Observe-se lá, o que mais trabalha no mundo como guardiões do povo e alto lá que daqui só estamos comentando!

A propósito, medo de genocídio? Se as instituições estão bem?, obrigado por novamente perguntar. Porque sim, e porque não, citam até que bolsonaristas nas redes sociais passam a ser minoria e quem mesmo para substituir Jair Bolsonaro para a próxima gestão presidencial? Algum outro forte candidato que tenha a ficha limpa, que tenha declarado toda uma arrecadação - feito o Paulinho da Força, recentemente (re)apontado por denúncias?

Coisa também que de liberações e mais liberações nível “prisão domiciliar” ocupam nossos noticiários constantemente, Geddel Vieira Lima (aquele famoso por armazenar R$ 51 milhões em seu apartamento) foi beneficiado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Motivo? Covid-19, bem como o mesmo “à luz do princípio do poder geral de cautela”.

Um pouco mais do mesmo e de quem mais terá garantia de integridade física e psíquica nas próximas horas? Ou, se a fila ainda anda, não anda? Para muitos costuma de locomover além de forma parada.

Avante, Brasil, as instituições precisam mais que nunca caminhar. Aliás, caminhar, seguir e funcionar bem antes que a máquina emperre em épocas de retomada do crescimento!


Nota do Editor: Celso Fernandes (modarougebatom.blog.terra.com.br), jornalista, poeta e escritor, autor de “As duas faces de Laura”, “O Sedutor”, “Sonho de Poeta” (Ed. Edicon), entre outros. Colunista de Moda, Cultura & TV, escreve semanalmente em jornais, revistas e sites relacionados às áreas.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
14/08/2022 - 06h06 Sol e liberdade
11/08/2022 - 06h14 O celular não a substitui
10/08/2022 - 05h59 Apreciando o por do sol
07/08/2022 - 06h34 Sem ressentimentos
04/08/2022 - 06h03 Por que chato de galocha?
03/08/2022 - 06h15 O porvir está por vir... O que nos espera?
ÚLTIMAS DA COLUNA "CELSO FERNANDES"Índice da coluna "Celso Fernandes"
01/02/2021 - 05h53 Falamos a mesma língua?
31/12/2020 - 05h51 2021. O ano que já nasceu!
22/11/2020 - 05h20 Eleitos, reeleitos, pré-eleitos e pós eleitos
26/10/2020 - 06h15 Novas velhas promessas eleitorais
17/10/2020 - 06h38 Surpresas nada alarmantes
12/10/2020 - 06h24 Elegíveis inelegíveis, outra vez?
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2022, UbaWeb. Direitos Reservados.