14/04/2024  14h08
· Guia 2024     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
E-mails à redação
10/02/2009 - 14h08
Quando teremos oposição em Ubatuba?
Marcos Leopoldo Guerra
 

Como se não bastassem os problemas relacionados à má utilização dos cargos e ou funções públicas, ao não cumprimento das Leis em vigor e a arrogância dos que defendem a atual administração municipal, somos obrigados, ainda, a conviver com as incoerências de uma suposta oposição. As referidas incoerências podem ser constatadas, abaixo, em trechos de publicações do Sr. Grilo.

Incoerência 01:

(*) “A comunidade de um bairro foi convocada para uma reunião onde um vereador iria apresentar uma notícia boa sobre o congelamento. Como a segurança de um teto é um direito e uma das maiores preocupações do ser humano, principalmente dos pobres, houve uma boa participação.” (grifo nosso)

(*) “Pedi a palavra e disse que era um desrespeito à população convocar a população para determinado tema e não ter nenhuma informação sobre o mesmo. Em seguida passei a informação sobre o debate sobre transbordo que ocorreu dia 27/01/09 na Câmara Municipal. Também solicitei que o vereador se posicionasse sobre isso.”

Para refletir e pensar 01:

Se a reunião era sobre o congelamento por que discutir o transbordo do lixo?

Incoerência 02:

(*) “A desculpa do vereador, que é da base e um dos mais próximos do prefeito, é que ele não foi convidado. O que esperar de um vereador que se omite das questões principais da cidade? Como alegar ignorância se a própria Prefeitura foi convidada a participar do debate? Isso revela a má-fé e a falta de sintonia com a cidade.”

(**) “Quanto ao apoio ao IDC – Instituto de Desenvolvimento da Cidadania – na ação contra o chorume, nunca fui procurado para dar apoio.”

(**) “O Diretório do PT sempre se colocou à disposição da administração municipal mas nunca foi procurado ...”

Para refletir e pensar 02:

Por que o Sr. Grilo precisa ser procurado? Por que o diretório do PT precisa ser procurado? Dentro da lógica do Sr. Grilo tais situações não devem ser encaradas como omissão, má-fé e falta de sintonia com a cidade?

Incoerência 03:

(*) “Quando ele (1) chegou, com seus assessores e um funcionário da Prefeitura, houve todo aquele cerimonial e os agradecimentos pelas grandes benfeitorias: uma quadra de terra inacabada, sem alambrado, sem iluminação e sem obras de drenagem; alguns trechos de ruas que foram cimentados ou melhorados com borra de asfalto.” (1 = vereador)

(*) “Depois de muito tempo, disseram que não tinham os dados do congelamento que o responsável não pode passar e que não pode comparecer à reunião.”

Para refletir e pensar 03:

Por que o Sr. Grilo não questionou se as obras estavam realmente concluídas? Por que o Sr. Grilo não pediu ao vereador presente que visse a condição das obras e que intermediasse, junto à Prefeitura, a conclusão das mesmas? Por que o Sr. Grilo não perguntou quando os dados do congelamento estariam disponíveis e quando o responsável poderia comparecer?

Incoerência 04:

(*) “Quando estava falando, um vizinho me cutucou e pediu para eu parar porque o bairro poderia ficar prejudicado. Quando o vereador falou, várias pessoas aplaudiram. Por que isso acontece? Como compreender essa situação e como agir para isso mudar?”

(*) “A comunidade de um bairro foi convocada para uma reunião onde um vereador iria apresentar uma notícia boa sobre o congelamento.” (grifo nosso)

(***) “Na Pedreira, a população foi convocada para receber informações sobre o congelamento através do vereador Americano.”

Para refletir e pensar 04:

Em sua matéria inicial e em respeito à opinião da comunidade, o Sr. Grilo omitiu os dados referentes ao bairro e ao vereador. O que mudou para que tais dados pudessem ser publicados? A comunidade autorizou? Os ataques do prefeito municipal ao Sr. Grilo justificam romper com o que foi acordado com a comunidade? O Sr. Grilo acha que seus problemas particulares são superiores aos medos de uma comunidade que teme ser perseguida?

(*) O conhecimento e a manipulação
(**) É muito bom ser inofensivo
(***) O destempero verbal do prefeito de Ubatuba

Conclusão

O Sr. Grilo ainda não percebeu que o fato de a grande maioria da população não ter aprovado a reeleição de Eduardo César, não significa que essa mesma população apóie essa pseudo oposição, que demonstra ser igual ou pior que a situação. A população preferiu ficar com o ruim conhecido. A população resolveu não eleger nenhum vereador do PT. Não será essa a resposta dada pelas grandes massas, pelos desprotegidos, pelos mais fracos e pela própria militância do PT?

Marcos Leopoldo Guerra
ac.tributaria@uol.com.br

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "E-MAILS À REDAÇÃO"Índice das publicações sobre "E-MAILS À REDAÇÃO"
13/04/2019 - 07h39 9ª Mostra Maré Cheia de Cinema
10/02/2019 - 07h25 Resposta ao ministro
12/04/2018 - 05h46 Desabafo de uma munícipe de Ubatuba
12/01/2018 - 06h50 Desabafo de um ambulante de Ubatuba
01/11/2017 - 07h31 Descaso estatal com Ubatuba
28/10/2017 - 08h45 A falta de `lei do silêncio´ em Ubatuba
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2024, UbaWeb. Direitos Reservados.