16/08/2022  17h08
· Guia 2022     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Ricardo Yazigi
15/11/2012 - 08h00
Pequenas empresas, péssimo negócio
 
 

O professor Roberto Dias Duarte publicou neste site, artigo muito lúcido sobre a necessária desoneração das micro e pequenas empresas penalizadas pela atrasada e caótica lei brasileira.

A lei que rege o Simples Nacional restringe praticamente todos os prestadores de serviço à sua adesão.

O pior desta situação é que não existe um critério lógico para as restrições.

Qualquer atividade intelectual está proibida de aderir ao Simples Nacional, como se o trabalho intelectual fosse marginal.

Qual seria o verdadeiro interesse do Estado em punir o trabalho intelectual? Com a proibição de adesão ao Simples Nacional essas empresas são obrigadas a se incorporarem ao regime de Lucro Presumido, que pasmem, obriga a um recolhimento mensal de 20% em favor do INSS sobre a folha de pagamento.

Sem dúvida, um grande incentivo à clandestinidade, induzindo as empresas a fazer acordos “por fora” com seus funcionários para poder sobreviver.

Além disso, o imposto sobre o faturamento, de maneira geral, neste regime, acaba sendo também mais elevado. Com isso muitas empresas fecham por não se tornarem competitivas.

As estatísticas dizem que as grandes geradoras de empregos são as micro e pequenas empresas.

Mais uma vez, o governo que fala tanto em desoneração, acaba beneficiando só as grandes empresas, que pouco empregam e vêem seu lucro elevado com incentivos fiscais, como é o caso das montadoras.

Esse tipo de incentivo fiscal prioriza ainda, o transporte individual em prol do coletivo, tornando o trânsito mais caótico e aumentando a poluição.

Se a desoneração das micro e pequenas empresas tardar, o Brasil vai ficar com seu processo de crescimento econômico ameaçado, pois já não basta o ridículo investimento em educação, qualificação profissional, infraestrutura, saúde etc etc etc.

DESONERAÇÃO JÁ!!! O BRASIL NÃO PODE MAIS ESPERAR!!!


Nota do Editor: Ricardo Yazigi é engenheiro civil, mestre em ciências pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "OPINIÃO"Índice das publicações sobre "OPINIÃO"
16/08/2022 - 06h21 Segurança cibernética preocupa escolas
15/08/2022 - 06h24 A defesa da democracia o país precisa e nunca teve
14/08/2022 - 06h08 Alfabetização emocional: o beabá das emoções
13/08/2022 - 06h32 O limite do assédio moral e suas consequências
12/08/2022 - 06h19 As crises do século 21
11/08/2022 - 06h16 No galope do cavalo do velho samurai
ÚLTIMAS DA COLUNA "RICARDO YAZIGI"Índice da coluna "Ricardo Yazigi"
20/03/2018 - 05h52 Como surgiram os buracos de Ubatuba
23/02/2018 - 07h40 Tinha um buraco no meio do caminho
01/04/2014 - 08h00 Ninguém cuida melhor de seus buracos que Ubatuba
11/03/2014 - 07h00 Bolsa Brasil
27/11/2012 - 09h12 Desplugue-se
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2022, UbaWeb. Direitos Reservados.