19/08/2022  17h03
· Guia 2022     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Norberto Kovacevick
29/08/2009 - 13h05
Pergunta básica em vendas: “Posso ajudá-lo?”
 
 

Em lojas de departamentos é muito comum virmos nas camisetas de vendedores e atendentes a frase: Posso Ajudá-lo? Com o intuito de causar algum impacto de pronto atendimento, isto quando o próprio vendedor e/ou atendente ainda reitera dizendo: Posso Ajudá-lo?

Porém é catastrófico quando algum vendedor e/ou atendente passa ao seu lado exibe a frase e sequer pergunta algo que possa atender as suas necessidades.

Bem, o fato é que há um despreparo e não são pontuais e sim quase que geral, mas obviamente que existem as exceções neste caso positivas como em qualquer função.

Mas o que tenho observado é que muitas empresas de departamentos não se preocupam no treinamento técnico e comercial para este pessoal ou não estão fazendo avaliação de desempenho para vir a evolução de cada profissional e até podendo perder bons profissionais por falta destas questões.

Portanto, é mais produtivo treiná-los e não estampar a palavra básica em suas camisetas: Posso Ajudá-lo? Que também poderá ser interpretado pelos clientes de várias formas, desde uma “gozação” como: pode sim, me dê este produto de presente? E aí para retomar a negociação o vendedor e/ou atendente poderá ficar sem saída, pois a seriedade de uma negociação já terá sido abalada, ou por exemplo: Pode me ajudar sim, preciso pagar em 24 vezes sem financeiro e trabalho apenas com cheques, portanto, mais uma situação complicada, pois o profissional “abriu a guarda” e com toda certeza mais uma vez não terá como se livrar, a não ser que sempre o solicitado pelo cliente, o profissional terá como atender, o que é surreal principalmente em vendas, pois quem deverá conduzir uma negociação deverá ser sempre o vendedor e/ou atendente, pois a partir do momento que a pergunta básica for utilizada, ele não terá como conduzir para saber as reais necessidades do cliente.


Nota do Editor: Norberto Kovacevick é Coordenador de Vendas, Palestrante e Professor em Vendas.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "ECONOMIA E NEGÓCIOS"Índice das publicações sobre "ECONOMIA E NEGÓCIOS"
03/08/2022 - 06h14 Microfranquias crescem e ganham espaço no país
02/08/2022 - 06h18 O momento certo de comprar e vender criptomoedas
23/07/2022 - 06h21 CMN revoga normas de antigo fundo do Pasep
18/07/2022 - 06h41 Gestão de custos e planejamento a longo prazo
15/07/2022 - 06h39 Vendas no varejo crescem 0,1% em maio, diz IBGE
13/07/2022 - 06h22 Motivos de demissão por justa causa
ÚLTIMAS DA COLUNA "NORBERTO KOVACEVICK"Índice da coluna "Norberto Kovacevick"
22/04/2012 - 11h00 Frases de motivação para vendas
21/12/2011 - 12h15 Vendas: lidando com objeções
25/08/2011 - 15h05 A pedra no caminho
14/08/2011 - 10h04 10 dicas para ser um super vendedor
15/01/2011 - 11h18 Nada se cria, tudo se copia
03/05/2010 - 05h29 Geração WWW
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2022, UbaWeb. Direitos Reservados.